Aluna do Campus Centro Recebe Convite para o IV Congresso Nacional de Direito e Fraternidade

Publicado em

Banner do IV Congresso Nacional de Direito e Fraternidade e I Congresso IEDF
Banner do IV Congresso Nacional de Direito e Fraternidade e I Congresso IEDF

A aluna da primeira série do Ensino Médio Lorrany Vitória Olinto Nascimento (turma 2106) do Campus Centro representará o Colégio Pedro II no IV Congresso Nacional de Direito e Fraternidade e no I Congresso IEDF (Instituto Brasileiro em Direitos e Fraternidade) durante o período de 7 a 9 de novembro no Superior Tribunal de Justiça (STJ) em Brasília.

Aluna Lorrany Vitória Olinto no cartaz do IV Congresso Nacional de Direito e Fraternidade
Aluna Lorrany Vitória Olinto no cartaz do IV Congresso Nacional de Direito e Fraternidade

O evento visa debater os rumos da Justiça Brasileira com base nas temáticas de fraternidade no sistema de justiça e educação em direitos. O convite para a realização se deveu pela participação no curso “Falando Direito – Educação para a Cidadania” realizado pela Diretoria Regional da IEDF e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Este curso é uma parceria firmada com o campus desde o ano passado e visa o esclarecimento dos discentes quanto aos seus direitos e deveres como cidadão. No mês de agosto, a Drª. Valéria Kiffer, representante da IEDF, realizou uma palestra de sensibilização de alunos do Ensino Médio para a inscrição no curso.

Na entrevista abaixo, a estudante Lorrany Vitória Olinto Nascimento discorre sobre as suas expectativas e observações sobre a oportunidade de participar deste evento:

 

Como surgiu o interesse pelo curso “Falando Direito – Educação para a Cidadania”?

 

“O interesse surgiu porque eu sempre me identifiquei muito com a área do Direito. Quando eu vi o nome do curso ‘Falando Direito’, na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/RJ), eu vi uma grande oportunidade em um horário que se encaixava para mim.

Eu já fiz um curso na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC/RJ) por um semestre também sobre o curso de graduação em Direito. É uma carreira que pretendo seguir e de certa forma busco cursos que me mostrem o que é o Direito para que eu conheça outras áreas e subáreas do Direito. Não só com uma visão superficial”.

 

Como ocorreu a sua escolha para ser uma das representantes da cidade do Rio de Janeiro no IV Congresso Nacional de Direito e Fraternidade e I Congresso IEDF?

 

“Foi através de uma avaliação para as duas turmas do curso onde a Drª. Valéria Kieffer deu um tema para redação que falava sobre o Direito à vida e se sobreviver é viver. Eu me interessei muito, achei que seria uma grande oportunidade.

O que escrevi na minha redação é o que vivo. Eu moro no Complexo da Maré… Você está vivo, mas será que a sua vida é valorizada como deveria ser? Muitos estão neste conflito de viver e sobreviver. De certa forma, nem todo o cidadão que tem direito a vida tem seu direito respeitado. Isto foi mais ou menos que senti que a Valéria pediu na avaliação e, de certa forma, ao expor um pouco do que eu vivo foi um diferencial para a minha escolha”.

 

Qual o aprendizado que o curso “Falando Direito – Educação para a Cidadania” tem proporcionado?

 

“Muitos. Muitos mesmos. Desde do que o curso de Direito passa, mas o foco não é dizer que você tem que cursar Direito na faculdade. Eles nos mostram nossos direitos como cidadãos.

De uma certa forma, não conhecemos todos nossos direitos e por não conhecermos nós perdemos muitas oportunidades. O curso não é ministrado de uma forma estática, mas é bem didático. Com palestras de juízes, advogados e delegados federais que trazem sua vivência sobre o Direito. Eu me sinto muito privilegiada em estar cursando o ‘Falando Direito’”.

 

O que você leva desta oportunidade?

 

Eu vou levar para minha vida. Só de pisar na OAB/RJ, eu me sinto estar fazendo parte de lá… Eles, os palestrantes, são totalmente receptivos e atenciosos. As aulas são maravilhosas, atendem as nossas necessidades. Eles entendem que não temos uma ampla visão do Direito e sabem que como cidadãos temos uma visão superficial sobre nossos direitos e deveres. Nós no curso ficamos sabendo sobre cada função das áreas e subáreas do Direito e levamos para nosso dia-a-dia. Esta oportunidade também serve para saber se realmente quero seguir na área de Direito e o curso, também, me acrescenta muito como cidadã”.

 

Qual a expectativa para o evento?

 

“São as melhores e são as maiores. Eu realmente estou muito ansiosa tanto para o evento quanto para a viagem, pois nunca viajei de avião. Espero conhecer Brasília, principalmente se pudermos conhecer alguns dos prédios principais, e realmente estou muito ansiosa”.

 

Aluna  Lorrany Vitória Olinto Nascimento da turma 2106
Aluna Lorrany Vitória Olinto Nascimento da turma 2106

Categorizado em 2018, Entrevistas

Assuntos:

Tema desenvolvido pela Comunicação Social do Colégio Pedro II para WordPress