Nota da Coordenação de Educação Física Sobre o Interclasses 2018

Quinta-feira, 16 de agosto de 2018

Abertura dos jogos do 2º ano do Ensino Médio no Interclasses 2018

Entre 24 de maio e 12 de junho, o Campus Centro realizou os Jogos Interclasses com as turmas do Ensino Fundamental e Ensino Médio. Cada turma, dentro de sua série, participou de uma competição com modalidade esportiva escolhida pelo Departamento de Educação Física em equipes mistas, sem distinção por sexo. Para maiores informações sobre o evento confira a matéria publicada no blog Conexão CP2.

Acompanhe, abaixo, a nota da Coordenação do Departamento de Educação Física:

 

“O esporte, as ginásticas, as danças, as lutas e o lazer são as áreas mais comuns de atuação da Educação Física na Escola. No caso do ensino dos esportes, temos um momento de culminância ao fim do trimestre letivo onde realizamos os nossos Jogos. Nossos alunos assumem diferentes papéis durante o evento, como:

 

1) Jogadores – eles atuam competindo com as outras turmas do mesmo ano, onde cada turma formará um time misto e jogará, duas vezes, pelo menos. Todos os anos letivos participaram praticando um esporte, menos o 3º. ano do Ensino Médio. Escolhemos uma gincana, por entendermos que uma atividade mais lúdica seria mais indicada nessa fase estressante dos concursos para entrar nas universidades.

 

2) Repórteres – eles atuam fotografando, filmando entrevistando e editando um vídeo para divulgação da sua turma no evento.

 

3) Torcida – eles atuam como uma torcida normal, podendo padronizar as cores da camisa, usando maquilagem, pintando o cabelo, confeccionando cartazes, bandeiras e faixas.

 

4) Organização – os alunos ficam responsáveis pelo juramento do atleta na abertura dos jogos e pela cronometragem e placar, auxiliando os professores e estagiários, quando a sua turma não estiver jogando.

 

5) Apresentação artística – eles atuam cantando, tocando um instrumento e/ou dançando durante a cerimônia de abertura dos Jogos

 

Além das tarefas específicas já citadas, que marcam pontos, existem outras que também compõem a pontuação: convidar um funcionário (professor, técnico-administrativo ou terceirizado) para ser o padrinho ou madrinha da turma e arrecadar de alimentos não-perecíveis para doação a uma instituição de caridade.

Portanto, para ganhar o torneio não basta a turma vencer o jogo apenas, ela terá que acumular pontos em todas as tarefas acima. Durante a apresentação dos resultados, os alunos se sentam em uma grande roda alternando as turmas e num determinado momento eles cumprimentam de forma bem fraterna os colegas de outras turmas sentados ao seu lado, percebendo que sem a participação de todos seria impossível realizar qualquer coisa. É um momento amoroso se sempre conforta, alegra e comove a todos.

Deste modo, nossos alunos aprendem a participar ativamente de um evento esportivo de forma respeitosa, fraterna e alegre, melhorando a interação com os colegas da sua e de outras turmas, assim como com os funcionários. Já no início do ano, os alunos vêm nos perguntando quando serão os Jogos e em que modalidade o ano dele competirá.

Todo ano reavaliamos o evento e fazemos as alterações, excluindo e/ou incluindo o que achamos necessário para melhorar o evento. As equipes de Educação Física do Campus Centro têm se dedicado integralmente aos Jogos Interturmas, depositando seu amor, boa vontade e compromisso nessa parte do processo educacional que nos cabe. Ao longo dos anos, pudemos contar com a inestimável atuação dos seguintes professores na criação, organização e reformulação dos Jogos:

 

Iza Maria Brimana

Arióston Estrela Junior

José Gimenes Parra

Isabel Blanc

Isabelle Borges Siqueira

Françoise de Souza Fonseca

Marcella Freire Ventin

Na abertura dos Jogos, sempre temos algumas palavras amigas dos diretores do campus, representada por Flavio de Oliveira Norte, Andrea Bandeira Ribeiro, Valéria Guterres, Pedro Paulo Biazzo e Mirna Quesado. A comunidade escolar sempre nos apoiou firmemente. Durante o evento, sempre vinham alguns funcionários assistir e torcerem junto. Ao longo dos anos, foram tantos, tantos colegas que estiveram presentes curtindo conosco que acabamos tendo a ideia de criar o personagem dos padrinhos da turma que foi muito bem acolhida tanto pelos funcionários quanto pelos alunos.

Nós todos ficamos muito honrados de podermos ser mais um tijolinho construindo a identidade cultural esportiva, tão importante na formação dos valores e atitudes do cidadão. Como sempre digo: Trabalho dá trabalho! Mas é bom demais fazer o que mais se gosta. Saímos cansados, mas revitalizados pelos sorrisos e olhares felizes dos que participam conosco. Viver assim é bom demais”!

 

Professor Mauro Carvalho

Coordenador da Disciplina de Educação Física no Campus Centro


Imprimir este Post Imprimir este Post

Últimas postagens